quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Tem graça porque é verdade...

Manuel Machado tocou ontem num ponto curioso: festejamos estas vitórias como se de um United se tratasse. E não percebe como é que uma equipa que joga tão pouco pode receber tanto apoio. Bom, o treinador madeirense pode ser muita coisa, mas burro não é uma delas. As suas palavras parecem sal em ferida e são acertadíssimas. Os adeptos do Benfica são muito grandes, generosos, não negam o apoio. Mas há aqui uma perversão do que é (ou devia ser) o nosso clube: a exigência baixou. A fasquia do que tem de ser o nosso futebol está mais abaixo do que a nossa história pede. No FCP, Lopetegui, o líder da Liga e nos Quartos de final da Taça de Portugal, é constantemente assobiado. Ainda ontem o foi e numa competição que os portistas desprezam. No Benfica, a tendência actual é "dar-se tempo", é ter de apoiar futebol de baixíssima qualidade porque isso é que é ser bom benfiquista. Baixar as orelhas, dar dinheiro ao clube e aplaudir todas decisões... Não deixa der ser um pouco triste e preocupante ver que, ante este cenário, existam benfiquistas que continuem a chamar o espanhol de... flop. E ao mesmo tempo defendem o nosso técnico!

Ontem assistimos a mais do mesmo... O já habitual fiasco exibicional! À espera do golo que venha aos trambolhões, enquanto se discute pormenores como percentagem de posse de bola ou chances de golo (Curiosamente, vi pouco disso ontem. Porque será, ein?). Foi o já esperado futebol pobre, sem ponta por onde se pegue. Inúmeras vezes os jogadores que faziam o transporte de bola a parar e regressar para trás pois ninguém se movimenta para a recepção, para criar uma linha de passe. Não raras vezes vimos o Nacional a atacar com o mesmo número de homens que a nossa defesa. E somos complacentes com isto? 

Ao ver isto, temos todos a rezarem aos santinhos para que Gaitán, Salvio e Semedo regressem. E que regressem bem. Mas o problema é que eles trazem mais do mesmo: um futebol dependente das individualidades. Só isso... Nunca melhorarão a qualidade do colectivo, apenas oferecem mais soluções individuais... E numa equipa assim é difícil pedir a um cabeça de vento como Talisca que renda mais. E apercebemo-nos afinal que Samaris é afinal um jogador banal que custou milhões e que Lisandro é o melhor dos centrais e vai sentar em troca do normalíssimo Jardel. E que em meses Rui Vitória nada trouxe ao nosso futebol... Não tem trabalho para mostrar, a equipa não tem o seu dedo, o seu cunho. De ontem, só destaco o atento Ederson, que deixou boas indicações e realizou boas defesas a evitar o golo madeirense; Carcela, que teve uns bons 45 minutos e Cristante que não tem espaço para jogar, não o deixam. O resto, totalmente confrangedor. A roçar o patético: a insistência em Pizzi e a dor de alma que é ver Eliseu com a camisola do Benfica. Nem com Quique jogávamos tão pouco. Mas adorávamos criticar os tempos de Autuori e assim. Mas em termos de qualidade voltámos lá. Só que hoje temos de ter... paciência, pois o presidente é outro...

Ontem, o verborreico Manuel Machado pôs um espelho diante de nós. E foi duro ver... Mas mesmo assim, muitos recusam o reflexo... Porquê?

9 comentários:

rudolfo dias disse...

Já não me recordo de ver um jogo tão mal conseguido como este. Foi confrangedor. O Manuel Machado só disse o que realmente se passa e suponho que neste aspecto não fazia mal nenhum uns assobios e uns lenços brancos, pelo menos para ver se espevitávamos treinador, jogadores e direcção.O Rui Vitória Confrangedora, disse que era da quadra... pois, na Madeira deve-se celebrar o Ramadão e não o Natal.

Anónimo disse...

Brilhante, lúcida e totalmente esclarecedora análise do estado actual do Sport Lisboa e Vieira.
Curioso que pensei exactamente o mesmo ao escutar a flash interview do Machado..

P.S: Como é que este pseudo treinador de nome Rui Derrota chega a técnico principal do NOSSO BENFICA?? Ridículo, até o espectador menos atento e menos entendido no assunto consegue ver a anedota de treinador que ali está.. !!

E tudo o VIEIRA estragou .....

Isaías disse...

Caro Red Army Officer,

De acordo. O Manuel Machado é um cromo, mas costuma, na sua forma muito própria de se expressar, colocar os dedos nas feridas. Ontem foi o que fez e não só acerca da qualidade do nosso futebol.

Nota: Samaris é um excelente jogador deixado à deriva tacticamente. Jonas tem que compensar a ausência de movimentaçoes à sua volta, correndo mais, desgastando-se. O Carcela é ideal para este estilo de jogo, pois quer sempre ser o herói. O Cristante está abatido com tudo aquilo que o tem travado no Benfica (como uma menina rica é capaz de estancar uma carreira brilhante).

Cumprimentos,
Isaías

moleculasdeamor disse...

Ontem numa saída para o ataque creio que na primeira parte, penso que era o Talisca (que exibição brutal) que conduzia a bola na zona do circulo central e procurou uma linha d epasse pela esquerda... NÃO ESTAVA LÁ N E N H U M JOGADOR. Lindelof esteve muito bem, rápido e com muito critério na condução de bola.

Marcos Goncalves disse...

Lopetegui ainda ontem foi assobiado pela derrota pesada que sofreu. E nem sempr eé assobiado. Já o foi algumas vezes, mas não vamos dizer que é em todos os jogos.

E a bitola enquanto benfiquista não baixou. Festejam-se da mesma forma golos contra Nacional, Boavista, Rio Ave, etc.

O que está em causa é o ressabiamento daqueles que sentem que o adversario teve momentos do jogo em que jogou menos bem e mesmo assim não soube capitalizar. Nessas alturas a frustração vem ao de cima e por melhor que se fale, um labrego não deixa de ser um labrego.

NauBenfica disse...

Mau de mais, Vitória! Já é tempo de jogarmos à bola, à Benfica!
Jogo desgarrado, chato, a passo, sem chama; exagero de passes para os lados e para trás; jogadores perdidos no campo; muitos passes falhados; livres e cantos mal marcados; pontapé para a frente e fé na Virgem; uma defesa a tremer; um meio campo a empatarem-se uns aos outros; o ataque desapoiado; raras oportunidades de golo (no Benfica é sacrilégio!)... Isto são lacunas de treino, Vitória!
Os jogadores parece que desaprenderam de jogar, andam para ali à molhada, fintam-se a eles próprios, arrastam-se pelo relvado, enervam quem está a ver.
A equipa técnica e os jogadores não podem estar à espera que os adeptos ganhem os jogos (já ganharam alguns). Quem tem de ganhar os jogos é quem joga, devidamente treinados para jogarem bem e ganharem.
Vamos lá trabalhar e treinar como deve de ser, para jogarmos à Benfica.

moises vieira disse...

Não vi o Sr Machado nem os distintos Benfiquistas arautos da exigência indignado ou incomodado com a grande exibição do Fcpe na Madeira, foi uma enorme exibição do seu mais valioso jogador Jorge Sousa e seus muchachos que divertiu o Sr Machado, mais outros tantos benfiquistas. Lembrar o líder FCP depois dos jogos com Tondela, Paços de Ferreira ou Nacional, por contraponto com a ausência de qualidade de jogo do BENFICA é revelador do desabamento e vontade de malhar no BENFICA que alguns dizem ser de Vieira. O BENFICA e tanto meu como do Vieira, sou sócio e adepto, e apesar de discordar do Vieira em muitas coisas jamais insultaria o BENFICA, " E pluribus unum", e nunca diria que o clube é de um presidente. Foi eleito por esmagadora maioria dos socios, de quem emana o poder no grande BENFICA, o glorioso e de todos nós, se têm algum projecto alternativo apareçam.

Águia Preocupada disse...

Pior que o jogo foi a vergonha das bichas/filas para entrar no estádio! Portas fechadas, as destinadas às entradas apenas estava aberta meia porta... Já o jogo levava vinte minutos e ainda havia gente a entrar porque fila era tão grande e tão compacta que impedia o fluir normal... Mas isso parece não importar por aqui... Será que não foram ao jogo? Hum!
Pois é! Enquanto presidente, vices, amigos, familiares, amantes e chulos entram com toda a facilidade e se instalam nos luxuosos camarotes, os sócios e adeptos pagantes dos seus bilhetes, são tratados como gado, como lixo... Mas isso não interessa aqui denunciar!

Anónimo disse...

esse pressuposto terá de ser respeitado”, porquê?
esse troca tintas nem um vintem vale .

Enviar um comentário

Debatam... Discutam as ideias. Não insistam no ataque e ofensa pessoal. Apresentem argumentos válidos a favor ou contra. Fora isso, será removido.