quinta-feira, 29 de outubro de 2015

A estratégia de BdC: Contínuo terrorismo psicológico...

Já o disse repito: o badocha pode ser muita coisa, mas burro é coisa que não é. Goste-se ou não de o admitir, nos últimos anos conseguiu levar para o Sporting os melhores técnicos portugueses para o clube. Mantê-los é outra cantiga. Mas o facto é que os levou. E tem conseguido sucesso, sobretudo se levarmos em linha de conta o ponto de partida dos leões. 

O gordo não é burro,pois não. E como benfiquista que sou, ao contrário de muitos outros, consigo ver méritos onde eles existem. Mesmo que seja na casa do adversário. E o que temos visto nos últimos meses é dos ataques mais bem concertados de que há memória. BdC percebeu, em primeiro lugar, que a ruptura entre Vieira e Jesus era iminente. Por isso, não demorou em acenar-lhe milhões e apelar ao sportinguismo do técnico. E deu-lhe outra coisa: poder total, algo que iria acabar na Luz (erro craso de Vieira). Mas a mestria deste golpe agora começa-se a revelar. BdC apela a uma das coisas inerentes ao sportinguismo, por admissão de gente ilustre como Manuel Fernandes e Oliveira e Costa: o anti-benfiquismo primário. Serem a antítese do que somos. Só isto chega para legitimá-lo como incontestado líder do clube. Mas já foco novamente este ponto.  Em segundo lugar, ter JJ dá-lhe uma vantagem sobre nós. Também já lá iremos.

Em mais de 2 anos, porquê só agora este ódio ao Benfica? Porque os astros alinharam-se. Lá está, BdC percebeu que Jesus é cão que não conhece dono e que não lhe custaria nada trair alguém que lhe deu tudo. Bastava pagar mais e dar-lhe poder, como já disse. BdC precisa de sentir incontestado líder do clube e com uma figura como JJ, para que isso aconteça, a estratégia deve ser bem desenhada. E é aí que entra o anti-benfiquismo. Ao gordo chega ter o poder absoluto, com as decisões do futebol a passarem todas por ele, sob proposta de Jesus. Simples. O técnico decide tudo sobre o futebol, discute-o com o presidente, este aceita e para fora segue o ataque cerrado ao Sport Lisboa e Benfica. Mas isto só se torna possível por uma coisa: porque BdC conhece o ego inflado de Vieira. E soube atacá-lo onde mais lhe dói. O presidente do nosso clube não suporta que lhe roubem o protagonismo. Foi assim com Veiga, que convenientemente foi apagado da nossa história por ter tido responsabilidades "a mais" no título de 2005 e perfilava-se como um sério opositor mais tarde. Daí o golpe estatutário. Sabendo isto e sabendo que Vieira se preparava para retirar poder a Jesus, através da imposição da formação e da estrutura, o resto foi simples. Como Jesus não é leal, bastou dar dinheiro e poder. Tipo mercenário. E o erro capital de Vieira foi não saber escudar-se desta eventualidade. Não soube fazer a transição suave e deu de mão beijada ao rival o responsável directo por 3 campeonatos ganhos (mas 3 perdidos, relembro), pois está por provar que a estrutura vale alguma coisa... 

Ponto 2: ter Jesus dá ao Sporting uma vantagem espantosa sobre o Benfica. Jesus, do que o Benfica foi nos últimos 6 anos muito se deveu a ele. A grande fatia, ponto final. Apesar de haver gente que nega isto, na tentativa bacoca de proteger a todo custo o status quo, o facto é que o Benfica sem Jesus foi muito curto. E há uma coisa que Jesus sabe e sentiu na pele na Luz: em horas de aperto quem dava o peito às balas era ele! De João Gabriel só se esperavam disparates via Facebook e Vieira desaparecia para o Brasil. Ora esta é a vantagem: sendo que Rui Vitória não tem a personalidade dada à refrega e que mais ninguém dá a cara e o peito às balas, Jesus pode atacar sem dó nem piedade, como fez hoje via imprensa, o Benfica. Porque sabe que a estrutura não aguenta estes abalos psicológicos. Este autêntico terrorismo psicológico. E Jesus sabe-o. E conhece os adeptos do Benfica, sabe que a maioria dos adeptos vai optar por, carneiramente, seguir a linha de Vieira. E Jesus sabe que o Presidente não irá reagir com força. E sabe ainda que a equipa ficará à mercê de mind games. Gente como Otávio Machado e Augusto Inácio são meros papagaios de circunstância, que servem apenas para distrair o foco, ficando a equipa do Sporting em paz. 

Na nossa equipa, a estrutura só aparece quando se ganha... Jesus sabe-o e ataca por aí. BdC percebeu-o e retirou ao Benfica quem nos defendia em aperto. E é esta a estratégia: atacar em duas frentes: fazer com que o clube caia em descrédito ao nível da verdade desportiva, com consequências inimagináveis ao nível da credibilidade exterior, e já nos custou um Xistra; e ter Jesus a frontalmente atacar a psique dos jogadores por saber que eles vão ceder facilmente... Resultado: uma Supertaça perdida e uma humilhação na Luz. E para a Taça logo se vê...

Solução: Já que Vieira não tem competência para o futebol e não tem peito para dar às balas, atribuir a pasta a alguém que seja forte mentalmente e competente desportivamente. Como José Veiga o foi, por muito que a propaganda se esforce em riscá-lo da história recente do clube! Em tempos houve Rui Costa... Mas esse foi queimado pela sede de protagonismo. E que tal regressar?! Por outro lado, começar a combater fogo com fogo. BdC tem podres. Nomeadamente, pelo que se sabe, na gestão de empresas e na justiça desportiva. É explorá-los! Por outro lado, nos bastidores, é asfixiar o financiamento que o clube procure.

6 comentários:

PP disse...

Muito pelo contrário! O Judas sabe que em momentos de derrota e dada as emoções dos adeptos, quem sairá por cima é ele. O que ele quer é dividir-nos. O que ele quer é que caso sexta-feira a equipa entre receosa os adeptos do Benfica comecem a assobiar para a equipa e técnicos. O que ele quer é a nossa divisão.

Red Army Officer disse...

Então mas estás a concordar comigo.

Benfica Sempre disse...

Já algum tempo que venho a falar na imposição de alguns jogadores a RV para resolver problemas financeiros, como por ex Talisca e Pizzi, e na verdade é que o RV me vem dando razão porque estes 2 estão a desaparecer.
O talisca já é praticamente carta fora do baralho, e o Pizzi ainda vai jogando mas sempre como 2ª opção.
E porquê que eles estão a "desaparecer"?
Porque RV com estes jogadores não consegue montar uma equipa coesa, que jogue Futebol e principalmente que ganhe jogos...
Agora está se a começar a ir aos que o Presidente queria deixar para 2º plano!!! A breve prazo tenho a certeza que vamos começar a ver jogar mais Cristante, João Teixeira, Renato sanches e este é mais uma aposta minha, o Djuricic!!! Estes aliados ao único digno daquele miolo que é o Samaris...
Fala-se que RV está a preparar Nuno Santos para Lateral, o mesmo que aconteceu a Nelson Semedo quando chegou ao Benfica através de Hélder Cristóvão...

No fundo o que estamos a ver é Rui Vitória a formar a sua equipa a pouco e pouco...

E dizem vocês, só agora?

Mas é que ele sem somar algumas derrotas, (mau para nós) não se conseguia impor porque o Presidente é que queria aqueles jogadores a jogar...

Esta é a minha visão, certa ou não...

PS- A fase seguinte vai ser largar o 4x4x2 para o 4x3x3, e não me admirava nada que o Jonas fosse vendido em Janeiro para que RV o possa implementar de forma mais fácil, porque enquanto ele lá estiver (e atenção que eu considero o Jonas um belíssimo jogador), o Benfica é obrigado a jogar com 2 avançados...

Márcio Ricardo disse...

Excelente!Concordo a 100%

Viriato de Viseu disse...

Uma postadela e pêras. Tens a caneta afinada !!!

Anónimo disse...

Sinceramente a causa de todo o mal é o Vieira. A saída do JJ e afins são apenas efeitos. Se combatermos estes efeitos, vamos ter logo outros efeitos à porta. Não adianta fazer nada se não tirarmos o Vieira de lá. Temos é de arranjar um candidato forte.

Enviar um comentário

Debatam... Discutam as ideias. Não insistam no ataque e ofensa pessoal. Apresentem argumentos válidos a favor ou contra. Fora isso, será removido.